A arte de criar

25/06/2023

A  Diario de pensamentos by Adriana Helena Moreira

A criatividade inicia-se como uma mesa vazia. Aos poucos as cores, formas e texturas são acrescidas aos objetos. Liberta-se com cada movimento, as crenças limitantes, as reticências, revelando os falsos sensores morais, e repercutem em deslocamento da ideia. Como desconhecidos da própria capacidade criativa, a obra nasce com valores orgânicos, sensíveis, numa assinatura única.

A satisfação revela o sabor de cada minuto em contato com as águas subterrâneas, acordadas pela vontade, satisfazendo o desejo. A análise dependerá de outro olhar, validando a beleza ou a dor que possa estar impressa nas linhas ou entrelinhas. Nem sempre conseguimos enxergar os erros, sendo exímios doutores em justificar cada um deles, adicionar culpados.

Afinal, a linguagem tem seus caminhos. Use a arte como fonte viva para o autoconhecimento, seja também uma forma de valorização dos talentos.

Um diamante somente terá valor se lapidado e tiver a estrutura perfeita que contou a sua história ao longo dos tempos. 

Diário de pensamentos by Adriana Helena Moreira